Informação é aqui!

Secretaria de Agricultura e Epagri entregam Kit Apicultura a produtores tangaraenses

O município de Tangará hoje conta com uma produção anual para comércio de 9 toneladas de mel

O estado de Santa Catarina é o maior exportador de mel brasileiro, possui produtores em 98% dos municípios, e um produto premiado em vários concursos no exterior, porém é uma área que ainda busca o crescimento e aprimoramento para a produção.

Com este mesmo objetivo, a Secretaria de Agricultura de Tangará vem trabalhando na divulgação e orientação técnica necessária aos produtores rurais do município, e através de uma parceria com a Epagri, foi realizada a entrega dos Kits de apicultura para novos produtores rurais do município.

O programa é da Secretaria de Agricultura do estado, onde o produtor tem um abatimento de 30% e prazo de um ano para efetuar o pagamento. Segundo Eduardo Zago, engenheiro agrônomo da epagri em Tangará, esse programa vem ao encontro da necessidade dos pequenos agricultores que planejam investir na produção de mel: “Através desse kit Apicultura nós estamos viabilizando 80 novas colmeias com sete novos produtores sendo beneficiados, que terão um custo aproximado de R$ 2 mil reais e prazo de um ano para efetuar o pagamento com desconto de 30%”, concluiu. 

Segundo o técnico agrícola do município, Tadeu Cendron, esse é um trabalho que poderá ser ampliado para o próximo ano, de acordo com a procura dos agricultores que desejam ampliar, ou iniciar a produção: “Nós percorremos o interior do município, e estivemos fazendo a divulgação deste programa, a partir deste comento, com a inclusão desses novos produtores, estaremos levando toda a orientação técnica necessária para a obtenção dos melhores resultados possíveis”, destacou Tadeu.

O município de Tangará hoje conta com uma produção anual para comércio de 9 toneladas de mel, agregando os novos produtores existe a expectativa de um incremento de 20% na produção para o próximo ano. Os agricultores que tiverem interesse em adquirir os kits apicultura, deverão procurar a Epagri ou a Secretaria de Agricultura do município, pois existe a previsão de uma nova etapa do programa em fevereiro de 2019.

Veja Também
Comentários
Carregando