Informação é aqui!

SC recebe maior lote de vacinas contra a Covid-19

Mais de 300 mil doses enviadas pelo Ministério da Saúde serão destinadas também à aplicação da segunda dose e para idosos de 65 e 69 anos.

Santa Catarina recebeu nesta quinta-feira (1º) mais de 300 mil doses da vacina contra a Covid-19. Com a aquisição dos imunizantes através da maior remessa já enviada pelo Ministério da Saúde, o estado começa planeja imunizar profissionais das forças de segurança e salvamento e forças armadas que atuam nas operações de combate ao vírus

O estado recebeu 18.250 doses da Oxford/Astrazeneca e 290.800 da vacina Sinovac/Butantan no aeroporto de Florianópolis, por volta das 10h30. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES), parte dos imunizantes será destinado à aplicação da segunda dose para aquelas pessoas que já haviam sido imunizadas.

O restante, conforme o estado, será dividido aos profissionais de segurança e idosos entre 65 e 69 anos. O detalhamento de quantos profissionais serão vacinados e como será a distribuição para os idosos não foram informados pelo estado. (veja a divisão abaixo)

  • 18.250 vacinas da Oxford: segunda dose;
  • 272.192 vacinas da Sinovac: segunda dose;
  • 18.608 vacinas da Sinovac: profissionais das forças de segurança e idosos entre 65 e 69 anos.

Antecipação dos profissionais das forças de segurança

Em comunicado na quarta-feira (31), o governo de Santa Catarina informou que a vacinação de parte dos profissionais das forças de segurança e salvamento e forças armadas foi acordada junto ao Ministério da Saúde. Com a autorização do governo federal, o grupo está como prioritário no Plano Nacional de Vacinação (PNI).

Os profissionais contemplados são os que atuam diretamente nas ações de combate à pandemia. Para isso, segundo SES, será antecipado o envio de doses de maneira escalonada e proporcional exclusivamente para a vacinação destes profissionais, de acordo com os seguintes critérios de prioridade:
  • Trabalhadores envolvidos no atendimento e/ou transporte de pacientes;
  • Trabalhadores envolvidos em resgates e atendimento pré-hospitalar;
  • Trabalhadores envolvidos diretamente nas ações de vacinação contra a Covid-19;
  • Trabalhadores envolvidos nas ações de implantação e monitoramento das medidas de distanciamento social, com contato direto com o público, independente da categoria;

Informação Rádio Vitória/G1

Veja Também
Comentários
Carregando
xxx videosxxx18xxxxvideoporn videos