Informação é aqui!

Safra do pinhão em 2019 deve render cerca de 2.5 T

O preço do quilo do pinhão pago ao produtor está em média R$ 6,00

A safra do pinhão deste ano tem previsão de ser menor e, com isso, o preço do produto deve aumentar em Santa Catarina. A queda pode ser entre 30% e 50% com relação ao ano passado, quando foram colhidas 3.500 toneladas de pinhão na Serra catarinense, segundo a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri).

O Engenheiro Agrônomo da Epagri, Charles Seidel comenta que a expectativa para o ano de 2019 é de que sejam colhidos em torno 2.500 Toneladas da semente.


Além disso, o engenheiro lembrou que nesta safra houve um atraso no início da produção, de acordo com ele, o pinhão São José, que normalmente se desenvolve com antecedência, nesta temporada atrasou e começou a ser colhido apenas em abril na região de Santa Catarina.


O preço do quilo do pinhão pago ao produtor, que está em média R$ 6, já é quase o dobro do ano passado. Bom para quem trabalha no campo, mas nem tanto assim para o consumidor.

O produto chega ao supermercado ainda mais caro. Em Lages o quilo do pinhão é vendido por até R$ 15, cerca de 80% a mais que no mesmo período do ano passado. Pinhão costuma ser consumido quando as temperaturas começam a cair.

 Colheita do pinhão

A colheita do pinhão no estado começou em 1º de abril. Cerca de 100 famílias trabalham na atividade na Serra, que é a principal produtora no estado.

Veja Também
Comentários
Carregando