Informação é aqui!

Prédio histórico da Prefeitura de Iomerê vai receber R$ 1,3 milhão para revitalização

Assinatura do contrato para liberação dos recursos aconteceu na última semana

Um dos prédios que compõem o cartão postal de Iomerê, o Paço Municipal, localizado na Rua João Rech, no alto da colina, com vista privilegiada da cidade, vai ser totalmente revitalizado. A informação é do prefeito Luciano Paganini e do vice-prefeito, Milto Borga, que assinaram na última semana, o contrato de financiamento de R$ 1,3 milhão para a execução da obra de recuperação do prédio do Centro Administrativo. Os recursos são provenientes do Programa de Financiamento de Infraestrutura e Saneamento (FINISA), junto à Caixa Econômica Federal, por isso, a assinatura aconteceu com as presenças do gerente Regional da Caixa, Carlos Alberto Bonin e do agente financeiro da instituição Marcos Leandro Carpes, além do secretário municipal de Administração e Finanças, Douglas Zardo e de Educação, Cultura, Turismo e Esportes, Mauricio Bridi.

Instagram Rádio Vitória

Segundo o prefeito, o prédio onde funciona a Prefeitura de Iomerê foi construído há mais de 80 anos para abrigar o Seminário Camiliano, e a partir do início do ano 2000, passou a abrigar o Centro Administrativo. “Esse prédio tem mais de oito décadas e nunca recebeu uma grande reforma. Agora, o projeto prevê uma série de reparos estruturais, incluindo adequações exigidas pelo Corpo de Bombeiros e às normas de acessibilidade, o que vai tornar o espaço mais adequado para o atendimento ao cidadão”, explica.

Paganini ainda destaca que o projeto completo está em fase de finalização. Na sequência a Prefeitura deverá abrir o processo licitatório para a execução das melhorias. A previsão é que as obras iniciem nos próximos meses. “A localização privilegiada do Paço Municipal ganhará maior notoriedade com essas melhorias. Com essa iniciativa vamos não apenas dar melhores condições de trabalho aos servidores, mas melhores condições de atendimento aos iomerenses. Além disso, estamos preservando nosso patrimônio histórico”.

Com informações da Facto Imagens e Textos.

Veja Também
Comentários
Carregando