Informação é aqui!

Novas placas e multa para pedestre e ciclista vigoram em 2019

Documentos digitais e novos equipamentos obrigatórios em motocicletas também passam a valer

Várias mudanças têm ocorrido com o objetivo de reduzir o grande número de mortes por acidentes de trânsito. A Década de Ação pela Segurança no Trânsito 2011-2020 busca adotar medidas que aumentem a segurança de motoristas, passageiros e pedestres. Em 2019 algumas novidades finalmente deverão ser incluídas oficialmente na lei de trânsito como as novas placas padrão Mercosul, multas para ciclistas e pedestres, documentos disponíveis de forma digital e até novos equipamentos obrigatórios.

O instrutor especialista em trânsito, Valmir esquina salienta a segurança gerada por essas medidas e acredita que finalmente elas serão implantadas. As novas placas deverão estar disponíveis em todo o território nacional até 30 de junho. A partir dessa data, o novo padrão será obrigatório em caso de veículos novos, troca de município ou propriedade. O custo das placas ficará em torno de R$190 às R$250.

 

Pedestres e ciclistas também terão uma aplicação da lei mais rígida a partir desse ano. Em março, as autoridades poderão notificá-los ao identificar alguma irregularidade e estarão sujeitos a pagarem uma multa de R$ 44,19 no caso do pedestre, enquanto o ciclista deverá arcar com R$ 130,16.

 

Todas as motocicletas fabricadas ou importadas para o Brasil a partir de 1º de janeiro de 2019 deverão conter obrigatoriamente um novo equipamento de segurança no sistema de freios. Motos acima de 300 cilindradas contarão com o sistema ABS, enquanto as menores terão freios CBS. Esquina explica que isso garante uma maior efetividade e segurança no momento da frenagem.

 

Outra novidade impulsionada pela tecnologia tão presente no nosso dia a dia é a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o documento do veículo (CRLV) em formato digital. Até 30 de junho de 2019 os Detrans de todo o país deverão ter esse serviço à disposição. O formato não é obrigatório para os motoristas. O usuário terá a opção de portar os documentos de forma digital no smartphone. Esquina orienta sobre detalhes que merecem atenção.

Veja Também
Comentários
Carregando