Informação é aqui!

Judiciário catarinense retoma gradualmente ao trabalho presencial

Marcado para retornar dia 23 de setembro a definição sobre o retorno gradual se deu com a efetiva participação da Junta Médica e da Diretoria de Saúde do Poder Judiciário

As atividades presenciais no Poder Judiciário de Santa Catarina (PJSC) serão retomadas, gradualmente, a partir do dia 23 de setembro. A medida foi anunciada na segunda-feira (14) pelo presidente do PJSC, desembargador Ricardo Roesler, após decisão do corpo diretivo. Trata-se de um movimento em etapa preliminar, que inicialmente contemplará o limite máximo de 30% do quadro de pessoal do Judiciário catarinense no Tribunal, nas comarcas e unidades, de modo a garantir uma exposição com o máximo de segurança e o mínimo risco possível, dentro dos limites orçamentários. 

A definição sobre o retorno gradual se deu com a efetiva participação da Junta Médica e da Diretoria de Saúde do Poder Judiciário, com base no acompanhamento diário da evolução da pandemia de Covid-19 no Estado. O monitoramento nas últimas três semanas indicou queda progressiva e uma tendência de diminuição no número de casos novos e óbitos, além da diminuição da taxa de transmissão e do percentual de ocupação dos leitos de UTI por pacientes da Covid-19.

Para assegurar que a retomada das atividades presenciais ocorra em condições controladas e em plena observância às medidas de segurança, o Judiciário já dispõe de todos os protocolos necessários à preservação da saúde. Entre outras diretrizes, determinou-se que todas as pessoas tenham sua temperatura aferida no acesso aos prédios do Judiciário. Também fica obrigatório o uso de máscara e o distanciamento mínimo de dois metros no ambiente de trabalho. 

Conforme a médica e diretora de Saúde do Judiciário, Graciela de Oliveira Richter Schmidt, a chefia de cada unidade terá a responsabilidade de organizar escalas de trabalho em revezamento, evitando que cada grupo de colaboradores esteja presente na unidade ao mesmo tempo. A maioria dos colaboradores devem permanecer em home office. Insumos de proteção já foram adquiridos pelo PJSC, como máscaras e face shields (máscaras de proteção em acrílico). Todas as unidades também já contam com termômetros infravermelhos e álcool em gel em seus estoques. A maioria dos colaboradores deve permanecer em home office.

Já as apresentações mensais em juízo dos apenados no regime aberto, bem como dos réus que cumprem medida cautelar e suspensão condicional do processo vão permanecer suspensas, até nova regulamentação. Da mesma forma, permanecem suspensas a visitação e entrada de pessoas nas dependências do Museu do Judiciário, bibliotecas, restaurantes, caixas eletrônicos e demais espaços do Poder Judiciário, além da realização de quaisquer eventos coletivos sem relação direta com as atividades jurisdicionais.

Informação Rádio Vitória/Poder Judiciário de Santa Catarina

 

 

 

Veja Também
Comentários
Carregando
pornpornporn videosporn tube