Informação é aqui!

Governo de SC cria regras para convenções partidárias presenciais

De acordo com o mapa atualizado de gestão de risco, apenas o Extremo Oeste pode realizar encontros partidários no formato tradicional

Depois de adiar a votação para as eleições municipais de 2020 em todo o País, a pandemia causada pelo novo coronavírus causou outra interferência: a forma de realização das convenções partidárias em Santa Catarina.


O Coes (Centro de Operações de Emergência em Saúde) emitiu uma nota técnica nesta sexta-feira (11) liberando a realização de convenções partidárias presenciais nas regiões de Santa Catarina que apresentam risco potencial para Covid-19 moderado e alto.

De acordo com o documento, as convenções precisam seguir uma série de medidas sanitárias para evitar a transmissão do coronavírus.

Entre as regras estão: lotação máxima em 50% dos espaços, uso obrigatório de máscaras, aferição de temperatura e distância mínima de 1,5m entre assentos. Até o serviço de coffee break foi afetado e deve priorizar kits individuais.

A nota técnica com todas as regras estabelecidas para a realização das convenções partidárias estão disponíveis neste link.

Regiões classificadas com risco grave e gravíssimo seguem proibidas de realizar as convenções no formato presencial. Neste caso, o estado recomenda aos partidos adotarem a modalidade virtual.

De acordo com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o prazo para realização das convenções partidárias termina no dia 16 de setembro.

Convenções presenciais apenas no Extremo Oeste

De acordo com o mapa atualizado de gestão de risco, atualizado nesta semana, apenas a região do Extremo Oeste pode realizar convenções partidárias no formato presencial. A localidade é a única do estado classificada com risco potencial alto.

Outras 12 regiões do estado são classificadas com risco potencial grave e três com risco gravíssimo. São elas: Alto Vale do Rio do Peixe, Laguna e Nordeste.

Fonte: ND+
Veja Também
Comentários
Carregando
pornpornporn videosporn tube