Informação é aqui!

DPU faz mutirão para tentar destravar auxílios negados

Mais de 40 milhões de brasileiros foram impedidos de sacar a grana

Os trabalhadores que tiveram negado o auxílio emergencial pago em função da pandemia de coronavírus vão poder acionar a defensoria pública da união.

Mais de 40 milhões de brasileiros foram impedidos de sacar a grana. A  partir desta segunda-feira (22), estes trabalhadores poderão reclamar na defensoria pública de sua região. O cidadão precisa levar documentos que comprovem que ele tem direito aos mil e oitocentos reais, pagos em três parcelas.

Para receber o auxílio, é necessário ter mais de 18 anos de idade. A  ajuda vale para trabalhadores informais de qualquer tipo, inclusive intermitentes sem carteira assinada, desempregados, microempreendedores individuais e contribuintes individuais da previdência.

Os defensores públicos federais vão inserir os dados necessários para viabilizar os pedidos por meio de uma plataforma desenvolvida para a contestação administrativa destes quase 40 milhões de auxílios negados. A ideia é impedir uma avalanche de processos na justiça, diz o defensor público-geral federal, Gabriel Faria oliveira.

Informações Rádio Vitória/Mais News

Veja Também
Comentários
Carregando