Informação é aqui!

Coronavírus: novo decreto do governo de SC fecha divisas do estado e proíbe agrupamentos em espaços públicos

Medida fecha divisas para circulação de transportes coletivos e proibiu o agrupamento e a permanência de pessoas em praças, parques e praias em todo o território catarinense

Ao confirmar 21 diagnósticos do novo coronavírus (Covid-19) em Santa Catarina no final da tarde de quinta-feira (19) e mais de 300 casos em investigação em todas as regiões do estado, o governador Carlos Moisés da Silva (PSL) anunciou novo decreto, ainda em situação de emergência, e aumentou duas restrições.

Em transmissão online, Moisés declarou que as divisas de Santa Catarina serão fechadas para circulação de transportes coletivos e proibiu o agrupamento e a permanência de pessoas em espaços públicos, como praças, parques e praias em todo o território catarinense.

— Um decreto cria duas novas restrições sobre o transporte e proíbe o ingresso no território catarinense, público ou privado, de veículos de fretamento intermunicipal e interestadual. Assim, a gente fecha as divisas com estados vizinhos e fronteiras — declarou.

Da mesma forma, fica proibida a permanência em espaços públicos em consonância com determinações de muitos municípios de SC, segundo o governador, para que haja um padrão de conduta em todo o território no período de situação de emergência:

— O dia de hoje transformou cidades e ambientes, e acho que a decisão foi acertada. Temos informação que locais que não fizeram o bloqueio do trasporte publico, hoje registra alta transmissão do vírus.

Cidades com diagnóstico de coronavírus

São 21 casos confirmados do Covid-19 em Santa Catarina, segundo a Secretaria e Estado de Saúde. Os pacientes estão espalhados pelas cidades de Florianópolis (6), Joinville (2), Rancho Queimado (2), Braço do Norte (3), Tubarão (2), Balneário Camboriú (4) São José (1). Dos 21, apenas dois estão hospitalizados: o paciente de Braço do Norte, que deu alta da UTI em um hospital de Içara, e um paciente em Florianópolis. O mais grave até o momento é da pessoa internada na Capital. Nenhum profissional de saúde está entre os contaminados até agora.

Repasse de R$ 14 milhões aos municípios

Durante coletiva, também foi anunciado a destinação da verba recebida do governo Federal, através do Ministério da Saúde.

São R$ 14 milhões que serão repassados aos municípios catarinenses que contam com unidades de pronto atendimento, informou o governador. Os valores devem ser encaminhados às cidades, proporcionalmente, conforme número populacional.

— O Estado entende que os municípios precisam de recursos. Temos 54 Unidades de Pronto Atendimento no território de SC e vamos, com Conselho de Saúde, deliberar sobre critérios e assim que definidos, os recursos estarão disponíveis.

Atendimento nas UTIs

Moisés também informou a ampliação das instalações de Unidades Intensivas de Saúde (UTIs), de acordo com a realidade catarinense:

— Vamos ter de comprar e locar leitos. Nas neste momento, dentro de SC, há leitos reservados para infectados com o novo coronavírus em todas instâncias. São 801 leitos de UTI disponíveis entre neo-natal, adultos e infantil.

Informações RBV Rádios/ Diário Catarinense

Veja Também
Comentários
Carregando