Informação é aqui!

Artigo: A sociedade está perdendo seus filhos para as drogas

Leia o texto escrito pelo juiz Flávio Luís Dell’ Antônio

Na condição de Juiz de Direito da Comarca de Tangará, que além do Município sede abrange também os Municípios de Ibiam e Pinheiro Preto, sinto-me na obrigação de chamar a atenção dos nossos jurisdicionados sobre o crescente envolvimento dos jovens com o mundo das drogas.

Sabe-se que a maioria dos crimes praticados contra o patrimônio (furtos e roubos) estão intimamente ligados ao consumo de bebidas alcoólicas e drogas, mas de uns anos para cá é possível perceber um envolvimento maior desses usuários – na sua maioria jovens – com o próprio tráfico, pois geralmente são pessoas que não trabalham ou possuem renda que não lhes permitem a manutenção do seu vício.

Exemplo disso é o que vem ocorrendo na cidade de Tangará, município pequeno de apenas 8.738 habitantes, onde só no ano de 2017 tivemos 10 (dez) pessoas presas e condenadas pelo crime de tráfico de drogas (art. 33 da Lei 11.343/2006), cujas penas variaram de 05 anos a 23 anos, 6 meses e 7 dias de reclusão, mas houve casos de condenações de 17 anos, 3 meses e 12 dias de reclusão; de 09 anos e 04 meses de reclusão; e de 10 anos, 5 meses e 7 dias de reclusão, todas já transitadas em julgado.

Já no ano de 2018 foram condenadas 15 (quinze) pessoas pela prática do mesmo crime (tráfico de drogas), sendo que 13 (treze) delas aguardam julgamento de recursos. Nestes casos, foram aplicadas penas que variaram de 3 anos e 9 meses de reclusão a 25 anos, 10 meses e 20 dias de reclusão. Também houve casos de condenações de 7 anos, 9 meses e 10 dias de reclusão; 12 anos e 8 meses de reclusão; 5 anos e 10 meses de reclusão; e de 6 anos, 9 meses e 20 dias de reclusão.

Infelizmente, só nos três primeiros meses deste ano de 2019, já foram presas 6 (seis) pessoas pela prática do mesmo crime.

Logo, a considerar a quantidade de pessoas envolvidas com a traficância, é evidente que existe um número assustador de pessoas que consomem as principais drogas (maconha, cocaína e crack) diariamente ou esporadicamente.

Portanto, nunca é demais lembrar aos pais, que as drogas são consumidas geralmente por jovens de todas as classes sociais, e que é imprescindível um olhar atento sobre a relação de amizade dos seus filhos, suas condutas e eventual mudança de comportamento, a fim de evitar os inúmeros transtornos familiares decorrentes do vício das drogas e até mesmo o sofrimento de ver um filho preso pelo tráfico.

Com informações de RBV Rádios.

Veja Também
Comentários
Carregando